Avião com cocaína interceptado pela FAB: o que se sabe sobre avião que quebrou ao meio em pouso forçado em SP

  • 10/04/2024
(Foto: Reprodução)
Antes de interceptação, piloto de caça da Força Aérea Brasileira mandou a aeronave pousar no Paraná, mas avião seguiu até Santa Cruz do Rio Pardo (SP), onde fez pouso em plantação de laranja. 565,5 kg de pasta base de cocaína foram apreendidos na ação. Aeronave que fez pouso forçado em Santa Cruz do Rio Pardo ficou danificada Amanda Sanches/TV TEM Uma aeronave partiu ao meio após fazer um pouso forçado ao ser interceptada pela Força Aérea Brasileira (FAB), em uma operação conjunta com a Polícia Federal (PF), enquanto transportava pouco mais de meia tonelada de cocaína, nesta terça-feira (9). 📲 Participe do canal do g1 Bauru e Marília no WhatsApp O piloto fez um pouso forçado em uma plantação de laranja, próximo ao distrito de Caporanga, em Santa Cruz do Rio Pardo, no interior de SP. Avião quebra ao meio e revela drogas em pouso forçado após no interior de SP Abaixo, veja perguntas e respostas sobre o que já se sabe e o que ainda falta esclarecer sobre o caso: De onde vinha a aeronave? O avião estava ilegal? O piloto foi alertado? Qual foi a atitude do piloto? O que foi encontrado no avião? O piloto foi preso? Qual é a origem da droga? De onde vinha a aeronave? De acordo com a FAB, a aeronave suspeita foi identificada na fronteira do Paraguai com o Brasil, na região do Mato Grosso do Sul. O destino dela é desconhecido. O avião ingressou no espaço aéreo brasileiro sem plano de voo e passou a ser monitorado pelo Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE) e pela PF, que utilizou o helicóptero da corporação. Aeronave transportava pasta base de cocaína, segundo a PF Amanda Sanches/TV TEM O avião estava ilegal? A reportagem do g1 apurou que a aeronave, prefixo PT-CPR, estava com Certificado Aeronavegabilidade (CA) suspenso. O CA é documento emitido pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). De acordo com a PF, o avião de pequeno porte, modelo Cessna-182, estava com a matrícula possivelmente clonada, sendo que a aeronave original teria sido destruída pela PF na terra indígena Yanomami, em maio de 2023. O piloto da aeronave, de 30 anos, é habilitado para o tipo de condução desde 2021. Avião ficou destruído durante pouso forçado em meio a plantação em Santa Cruz do Rio Pardo (SP) Força Aérea Brasileira/Divulgação O piloto foi alertado? Segundo a FAB, os pilotos de defesa seguiram o protocolo das medidas de policiamento do espaço aéreo brasileiro, interrogando o piloto, mas não obtiveram resposta. Durante a ação, a FAB deslocou as aeronaves A-29 Super Tucano e o avião radar E-99 da FAB para apoio à ocorrência e determinou o pouso obrigatório da aeronave, em Londrina (PR). A corporação divulgou o áudio da comunicação com o pedido de pouso. - "Aeronave interceptada. Papa Tango, Charlie, Papa, Romeu. Aqui é o interceptador.. . por determinação da defesa aérea sua aeronave deverá efetuar pouso obrigatório no aeroporto de Londrina." Com a falta de respostas, o avião de pequeno porte foi interceptado pela FAB ainda em solo paranaense. Ouça ordens de piloto da FAB que interceptou avião com mais de 500 kg de drogas Qual foi a atitude do piloto? Após ignorar a ordem, não se dirigindo ao aeroporto do Paraná, o piloto acabou seguindo até o estado de São Paulo, onde fez um pouso forçado em uma plantação de laranja, perto do distrito de Caporanga, em Santa Cruz do Rio Pardo, por volta das 11h10. O que foi encontrado no avião? Com a manobra, o avião de pequeno porte partiu ao meio e parte da carga, aproximadamente meia tonelada de pasta base de cocaína, ficou exposta pelo laranjal. Ao todo, os policiais apreenderam 565,5 quilos de pasta base de cocaína. Carga com drogas foi apreendida e a ocorrência foi apresentada na PF de Marília IBTV/ Divulgação O piloto foi preso? O suspeito, de 30 anos, ainda tentou fugir pela mata após o pouso forçado, mas foi localizado pelo helicóptero da PF que acompanhava a ocorrência e preso em flagrante por tráfico internacional de drogas. Qual é a origem da droga? A ocorrência foi apresentada na sede da PF em Marília. A corporação ainda investiga a origem e destino dos 565,5 quilos da cocaína. O local do pouso forçado foi isolado pela Polícia Militar para o trabalho da perícia. Aeronave foi localizada em uma área rural de Santa Cruz do Rio Pardo IBTV/ Divulgação Veja mais notícias da região no g1 Bauru e Marília. Confira mais notícias do centro-oeste paulista:

FONTE: https://g1.globo.com/sp/bauru-marilia/noticia/2024/04/10/aviao-com-cocaina-interceptado-no-interior-de-sp-o-que-se-sabe-e-o-que-falta-esclarecer.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

No momento todos os nossos apresentadores estão offline, tente novamente mais tarde, obrigado!

Anunciantes